Media  |
Fale  |

Filmes
A Força do Destino

Um belo filme do início da década de 80 e sob direção de Taylor Hackford, “A Força do Destino” de 1982 marca a ascensão da carreira do ator Richard Gere que já havia se destacado no filme “Gigolô Americano” de 1980. “A Força do Destino” (“An officer and a gentleman” em inglês) é um filme que une uma história de romance, amizade e amadurecimento dos personagens ao longo do filme, com a presença da excelente música “Up where we belong”, vencedora do oscar de melhor canção.

FICHA

"A Força do Destino"
Título original:
"An Officer and a Gentleman"
EUA - 1982, 124 minutos.

Elenco:
Richard Gere - Zack Mayo
Debra Winger - Paula Pokrifki
David Keith - Sid Worley
Robert Loggia - Byron Mayo
Lisa Blount - Lynette Pomeroy
Lisa Eilbacher - Casey Seeger
Louis Gossett Jr. - Sgt. Emil Foley
Tony Plana - Emiliano Della Serra
Harold Sylvester - Perryman
David Caruso - Topper Daniels

Diretor: Taylor Hackford
Escritor: Douglas Day Stewart
Produzido por: Martin Elfand e Douglas Day Stewart
Música: Jack Nitzsche
Diretor de Fotografia: Donald E. Thorin
Edição: Peter Zinner
Diretor de Arte: John V. Cartwright
Cenário: James L. Berkey

Distribuidora: Lorimar Film Entertainment
Gênero: Drama, Romance

A história centraliza-se no personagem de Zack Mayo (Richard Gere) que viveu sua adolescência entre prostitutas e brigas nas ruas de Filipinas. Ele decide mudar sua vida tornando-se um oficial da marinha. Para isto teria que passar por um difícil curso preparatório de 13 semanas comandado pelo terrível sargento Emil Foley, vivido pelo brilhante ator Louis Gosset Jr.

Neste curso, Zack acaba aprendendo a importância da disciplina, do amor e da amizade. Ele faz amizade com o colega de curso Sid Worley (David Keith) e nas folgas sempre estão juntos, procurando conhecer as garotas da cidade. Mesmo alertados pelo sargento Emil com relação ao interesse das garotas locais em engravidar de militares, os dois saem para uma festa e se envolvem com duas garotas: as personagens Paula (Debra Winger) que se envolve com Zack e Lynette Pomeroy (Lisa Blount) com Sid. Ambas trabalham em uma fábrica que fica perto da academia da Marinha.




















Enquanto Lynette demonstra claramente o interesse em Sid apenas por ele ser militar, o que acaba por ter um desfecho trágico, Zack e Paula assumem uma relação mais estável, pois ela não pensa apenas em engravidar e sim ter uma relação mais séria, embora ela não tivesse o aval da mãe, pois 22 anos antes ela tinha engravidado de um ex-aluno que, ao término do curso, foi embora e não assumiu a paternidade de Paula.

Enfrentando problemas de personalidade e após se confrontar com o duro Sargento, Zack se afasta de Paula e se dedica à finalização do curso. Quando termina, Zack tem que decidir sobre o futuro de sua relação com Paula.

O filme recebeu vários prêmios na época: o ator Louis Gosset Jr recebeu o oscar de melhor ator coadjuvante por seu papel no filme e a música “Up Where We Belong” recebeu o oscar de melhor canção. O filme “A Força do Destino” também recebeu indicações de melhor roteiro original, melhor edição, melhor trilha sonora e melhor atriz (Debra Winger). Além disso, foi ganhador do Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante com Louis Gosset Jr. e melhor canção para “Up Where We Belong”.

Foi também indicado ao Globo de Ouro nas categorias: melhor filme-drama, melhor ator-drama (Richard Gere), melhor atriz-drama (Debra Winger), melhor ator coadjuvante (David Keith), melhor revelação masculina (David Keith) e melhor revelação feminina (Lisa Blout).

Este é um filme para ser assistido sempre, pois demonstra a força da superação e a vitória da persistência. Com uma bela atuação de Richard Gere e Louis Gosset Jr., “A Força do Destino” é a dica do Projeto Autobahn para um belo cinema em casa.

Curiosidades:

- O personagem Zack Mayo seria interpretado pelo ator John Travolta, que por conselho de seu gerente, acabou por desistir do papel antes das filmagens.

- Em uma entrevista a Barbara Walters, Richard Gere disse que faria o filme apenas pelo dinheiro. O filme acabou sendo um dos mais lucrativos até o filme “Uma Linda Mulher”.

 


Reynaldo Rivero

e