Media  |
Fale  |

Filmes
Amadeus

 

FICHA

"Amadeus"
Título original:
"Amadeus"
EUA - 1984, 160 minutos.

Elenco:
F. Murray Abraham - Antonio Salieri
Tom Hulce - Wolfgang Amadeus Mozart
Elizabeth Berridge - Constanze Mozart
Roy Dotrice - Leopold Mozart
Simon Callow - Emanuel Schikaneder
Christine Ebersole - Katerina Cavalieri
Jeffrey Jones - Emperor Joseph II
Charles Kay - Count Orsini-Rosenberg

Produtores:
Michael Hausman, Bertil Ohlsson e Saul Zaentz
Diretor de Fotografia:
Miroslav Ondricek
Edição:
Michael Chandler, T.M. Christopher e Nena Danevic
Diretor de Arte:
Karel Cerný
Figurino:
Theodor Pistek e Christian Thuri

Distribuidora: Orion Pictures Corporation
Gênero: Biografia, Drama, Musical

Um dos filmes mais premiados dos anos 80, Amadeus conta a história de vida dos compositores Wolfang Amadeus Mozart e Antonio Salieri. Lançado em 1984, foi dirigido pelo premiado diretor Milos Forman e ganhou diversos prêmios como o Globo de Ouro e o Oscar de melhor filme.

Amadeus foi estrelado por um grande elenco como F. Murray Abraham, personagem de “Antonio Salieri”, o ator Tom Hulce como o “Mozart”, Elizabeth Berridge como “Constanze Mozart”, Jeffrey Jones como o “Imperador José II”, entre outros.

O filme conta a história da rivalidade entre os compositores Mozart, mundialmente reconhecido por suas composições no século XVIII, que desde cedo já impressionava a todos e o invejoso Salieri, que buscava sempre superar a Mozart.

O filme é contado em forma de flashback, uma vez que começa com o Salieri bem velho e internado num hospício, confessando a um padre que tinha matado Mozart. Enquanto vai contando a história ao padre, as cenas do passado são mostradas ao longo do filme. Salieri conta primeiramente sobre a sua vida e a descoberta da sua paixão pela música.

Com o tempo, ele conhece Mozart e conta sobre a raiva que ficou quando este debochou de suas músicas com a sua conhecida “risada” estridente, marca registrada de Mozart. Salieri não se conforma com isso e cria um ódio enorme pelo jovem compositor. Embora reconhecesse o talento de Mozart, não entendia o fato de Deus ter dado um enorme talento a outro músico que não ele próprio, aumentando ainda mais sua raiva.

Devido a alguns problemas pessoais enfrentados por Mozart, Salieri arquiteta um plano para destruí-lo definitivamente e ficar com toda a fama do talentoso músico, porém, o plano falha parcialmente, já que de certa forma Salieri consegue levar Mozart à morte, mas não fica com a fama que sempre almejou.

“Amadeus” é uma verdadeira aula de música, embora com alguns toques de drama e humor. Através de grandes atuações dos atores F. Murray Abraham e Tom Hulce, temos a chance de poder ouvir grandes composições do gênio e mestre Mozart que desde os seus 5 anos demonstrou suas qualidades. Vale muito a pena assistir a esta grande obra-prima do cinema e a um dos melhores filmes dos anos 80.

Ficha Técnica:
- F. Murray Abraham como Antonio Salieri
- Tom Hulce como o personagem Wolfgang Amadeus Mozart
- Elizabeth Berridge como Constanze Mozart
- Simon Callow - Emanuel Schikanaeder
- Roy Dotrice - Leopold Mozart
- Christine Ebersole - Catherina Cavalieri
- Jeffrey Jones - Imperador José II
- Charles Kay - conde de Orsini-Rosenberg
- Vincent Schiavelli - Mayordomo de Salieri

Curiosidades:
- O ator Mel Gibson chegou a fazer testes para fazer o papel de Mozart.
- O filme teve uma grande influência no cenário musical e cultural na década de 80, influenciando muitos cantores como o FALCO, que interpretou um grande hit de 85 chamado “Rock me Amadeus”.


Prêmios:

- Indicado a 11 prêmios Oscar em 1985, venceu 8 Oscar, entre eles:- Melhor filme, melhor ator (F. Murray Abraham), melhor diretor, melhor figurino, melhor roteiro adaptado, melhor direção de arte, melhor maquiagem e melhor som.

- “Amadeus” também foi indicado para seis Globos de Ouro e venceu quatro, entre eles:
- Melhor diretor, melhor ator (Abraham), melhor roteiro adaptado e melhor filme.

O filme ainda venceu o prêmio BAFTA nas categorias de melhor fotografia, melhor edição, melhor maquiagem e melhor som e o Prêmio César na França, de melhor filme estrangeiro, além de ter recebido outros prêmios ao redor do mundo.

 


Reynaldo Rivero

e