Media  |
Fale  |

Filmes
John Hughes

 

Muitas pessoas não sabem, mas o nome completo de John Hughes é simplesmente John Hughes Jr. e ele nasceu em 18 de Fevereiro de 1950 em Lansing no estado do Michigan. John faleceu em 06 de Agosto de 2009 aos 59 anos em Nova York. John além de ter dirigido alguns dos maiores clássicos dos anos 80, realizou muitos trabalhos como produtor e roteirista. Sua carreira teve início na década de 70, quando trabalhou escrevendo para a revista National Lampoon, e também trabalhou como diretor de criação para uma agência de publicidade. No começo dos anos 80, John escreveu seus primeiros roteiros. E em muitos desses roteiros, John usava o pseudônimo de "Edmond Dantes", fazendo uma homenagem ao personagem principal de O Conde de Monte Cristo.

A razão de John Hughes ter feito tanto sucesso com seus filmes, muitos deles voltados ao público jovem é que ele colocava muitas características dele mesmo nos seus personagens e sabia transmitir isso ao público. Afinal quem nunca se imaginou tendo um dia de folga da escola passeando pelas ruas de Chicago como Ferris Bueller em Curtindo A Vida Adoidado? Ou ainda passando um sábado inteiro de castigo na escola, com pessoas que você jamais poderia imaginar ter tantas coisas em comum, como no clássico atemporal Clube dos Cinco.

John era também muito tímido e um nerd na sua vida pessoal. Uma característica marcante nos trabalhos de John era de utilizar os mesmos atores em várias das suas produções. Deve ser por isso que o personagem nerd interpretado diversas vezes de forma magnífica por Anthony Michael Hall esteve presente em vários dos seus filmes. A atriz Molly Ringwald também apareceu em muitos filmes de John como A Garota de Rosa Shocking, Gatinhas e Gatões e Clube dos Cinco.

Além dos filmes já citados, os principais trabalhos de John como diretor incluem: Mulher Nota 1000, Antes Só Do Que Mal Acompanhado, Ela Vai Ter Um Bebê, Quem Vê cara Não Vê Coração e A Malandrinha. E como roteirista, além de A Garota de Rosa Shocking, temos: Férias Frustradas, Alguém Muito Especial, Esqueceram de Mim, Beethoven O Magnífico, Dennis O Pimentinha, 101 Dálmatas, entre muitos outros.

John Hughes faleceu de ataque cardíaco em 2009 ao caminhar pelas ruas de Manhattan. No Oscar de 2010, John recebeu uma belíssima homenagem com um discurso emocionante de Molly Ringwald e Matthew Broderick. Molly disse: John viu algo em mim quando eu tinha 16 anos que nem eu mesma vi, enquanto Matthew completou: John foi um dos seres humanos mais engraçados que já conheci e graças a ele, nos últimos 25 anos as pessoas sempre me chamam de Bueller. A família de John estava presente na plateia acompanhando tudo. Para finalizar esta homenagem em grande estilo, juntaram-se a Molly e Matthew no palco os atores Judd Nelson, Macaulay Culkin, Anthony Michael Hall, John Cryer e a atriz Ally Sheed. John Hughes com certeza definiu o retrato da geração dos anos 80 e o seu trabalho permanecerá como um legado eterno para as gerações que estão por vir.




Ronaldo Martins Lima


e