Media  |
Fale  |

Filmes
Mad Max

 

E aí moçada?

Em mais uma sessão de cinema dos anos 80, comentarei sobre um filme que transformou-se num clássico da ação e da ficção científica: ''Madmax''. Embora produzido no ano de 1979, teve duas sequências (1981 e 1985), dirigidas com muito talento pelo cineasta George Miller. Com uma idéia simples, narra as aventuras de um patrulheiro rodoviário (interpretado pelo ator Mel Gibson) em início de carreira. Ele tem a missão de lutar contra uma gangue de violentos malfeitores, cujos os mesmos assassinaram seu companheiro de estrada, tendo ainda que proteger sua vida e seus familiares. Começa então uma perseguição sem trégua, misturada com um desejo de vigança a todo o custo. Filmado com poucos recursos nos desertos australianos, retrata um futuro incerto e exótico, repleto de violência e bárbarie. É um mundo dominado pelas armas e por carros estranhos, visivelmente devastado pela guerra nuclear.

FICHA

"Mad Max"
Título original:
"Mad Max"
Austrália, 1979, 88 minutos.

Mel Gibson (Mad Max Rockatansky)
Joanne Samuel (Jessie)
Hugh Keays-Byrne (Toecutter)
Steve Bisley (Jim Goose)
Tim Burns (Johnny the Boy)
Roger Ward (Fifi)
Lisa Aldenhoven (Enfermeira)
David Bracks (Mudguts)
Bertrand Cadart(Clunk)
David Cameron (Mecânico)

Direção: George Miller
Roteiro: George Miller e James McCausland
Produção: Byron Kennedy
Fotografia: David Eggby
Edição: Cliff Hayes e Tony Paterson
Direção de Arte: Jon Dowding
Figurino:Clare Griffin
Estúdios: Kennedy Miller Productions / Crossroads / Mad Max Films
Distribuidora: Orion Pictures Corporation

Genêro: Aventura

Curiosidades:

- Foi o filme que lançou Mel Gibson mundialmente;

- Maior sucesso de bilheteria do cinema australiano;

- Foi lançado na América do Norte somente em 1980 e posteriormente na Europa;

- Os produtores queriam que o ator que interpretasse o patrulheiro Max Rockatansky, tivesse um aspecto bruto e desconcertado. Logo, Gibson ganhou o papel graças à uma briga de bar que teve um dia antes. Ele simplesmente cortou o rosto, o que o ajudou a conseguir o personagem;

- Em 1998, entrou na lista do Guiness Book como o filme de maior retorno/custo da história do cinema;

- Uma nova sequência está prevista para estrear nos cinemas em 2012, sem Mel Gibson. O diretor George Miller considera que o astro está muito ''velho'' para o papel e que sua paixão agora é dirigir filmes.

Assistam esse ''filmão''!!!

Abraços,

 

Marco Paulo Vieira