Media  |
Fale  |

Filmes
Nascido para Matar

Um filme que nos faz refletir se realmente vale a pena declarar guerra contra algo. Com direção do cineasta e fotógrafo nova iorquino Stanley Kubrick o trabalho audiovisual Nascido para Matar, originalmente conhecido por Full Metal Jacket é considerado um dos grandes filmes sobre a guerra do Vietnã, junto com Platoon e Apocalypse Now e um dos melhores filmes do cinema da década de 1980, com uma posição que pode ser interpretada como sendo anti-guerra.

FICHA

"Nascido para Matar"
Título original:
"Full Metal Jacket"
EUA - 1987, 116 minutos.

Elenco:
Matthew Modine - 'Joker' Davis
Adam Baldwin - Animal
Vincent D'Onofrio - Leonard 'Gomer Pyle' Lawrence
R. Lee Ermey- Sargento Hartman
Dorian Harewood - Bola 8
Kevyn Major Howard - Rafterman
Arliss Howard - Cowboy
Ed O'Ross - Tenente Touchdown

Diretor -
Stanley Kubrick
Escritores:
Gustav Hasford, Stanley Kubrick, Michael Herr e Gustav Hasford
Produtores:
Jan Harlan, Michael Herr, Philip Hobbs e Stanley Kubrick
Música:
Vivian Kubrick
Edição:
Martin Hunter
Diretores de Arte:
Keith Pain, Rod Stratfold e Leslie Tomkins
Cenário:
Barbara Drake
Figurino:
Keith Denny

Distribuidora: Warner Bros
Gênero: Guerra

A primeira metade mostra o ingresso de jovens americanos na Academia dos Fuzileiros Navais, em preparação para serem enviados à guerra do Vietnam. Lá, eles passam para a tutela do sargento Hartmann, um militar linha-dura que exige que seus comandados estejam no seu primor físico e que carrega um forte orgulho de ser um fuzileiro.

Entretanto, um dos novatos, Leonard Lawrence (batizado pelo Sargento Hartman como Recruta Pyle), claramente não está apto para o serviço militar, devido ao seu elevado peso e ao seu comportamento desajeitado. Lawrence comete erros constantemente nos treinos, a ponto de enervar seu instrutor e seus companheiros. Certa noite, estes decidem vingar-se e golpeiam fortemente o soldado para que este se dedique mais aos exercícios.

A partir daí, Lawrence passa de um soldado medíocre a uma verdadeira máquina de guerra, ao mesmo tempo em que desenvolve uma personalidade psicopata, a ser exteriorizada no final desta primeira parte numa cena memorável ocorrida na latrina do quartel, onde Pyle executa o Sargento Hartman com seu fuzil e depois comete suicídio, em frente a um perplexo recruta Joker.





 

 

 


Na segunda parte do filme, vemos o soldado Joker já no Vietnam, trabalhando para o jornal do exército americano (Stars and Stripes). Ele tenta trabalhar com os artigos jornalísticos de um modo a retratar a realidade como ela se apresenta para seus leitores.

Entretanto, durante a ofensiva Norte Vietnamita do Tet, Joker tem a oportunidade de estar em um combate, ao reencontrar seu antigo amigo, o soldado Cowboy. Ele junta-se a um destacamento que se envolve diretamente nos combates na cidade de Hue. Durante esta parte do filme, são vistos algumas opiniões dos soldados sobre o envolvimento dos Estados Unidos na guerra, bem como o tratamento que os militares davam aos nativos.

O filme possui fácil entendimento, já que Stanley Kubrick tinha em sua característica profissional o fato de desmistificar as coisas e simplificá-las. Esse foi o penúltimo filme do cineasta e denota uma das marcas mais características desse diretor - o tema da desumanização. O título original - Full Metal Jacket - é inspirado num tipo de munição militar, em que o projétil de chumbo é "encamisado" por uma liga metálica mais resistente.

A crítica especializada dividiu-se em suas posições. Muitos rasgaram elogios ao trabalho de Kubrick, porém outros afirmaram que há momentos de cenas pouco inspiradas. Sua trilha sonora também foi alvo de procura dos fãs, mesclando em sua sonoridade um teor mais pesado e sombrio. Diversos estilos musicais compôs o enredo de Nascido para matar, enriquecendo assim o trabalho de 1987.

Sabemos que custear filmes não é fácil, principalmente dependendo de subsídios governamentais. Em uma época que os EUA esbanjava suas finanças ao mundo sem o receio de uma possível crise econômica um experiente profissional da sétima arte consegue questionar com facilidade a versão e posição oficial do governo da estúpida guerra contra os vietnamitas.


 


Aldiéres Silva

e