Media  |
Fale  |

Filmes
Um Dia de Cão

 

O filme que vou comentar é simplesmente um dos melhores de toda a carreira de Al Pacino: ''Um dia de cão''.

Na gíria americana, ''Dog days'' são os dias mais quentes do ano, em julho e agosto (inclusive o nome do título original do filme é Dog Day Afternoon).

Em um destes dias, dois assaltantes tentam roubar um banco no Brooklyn (um deles é Pacino) e o outro é John Cazale. Mas as coisas não saem de acordo com o esperado, e o banco é cercado pela polícia. A partir daí o que se vê é um clima tenso e a atmosfera do mundo cão se instala dentro deste estabelecimento (onde todo o filme é gravado no mesmo). Tornando-se eletrizante a cada cena.

FICHA

"Um Dia de Cão"
Título original:
"Dog Day Afternoon"
EUA, 1975, 125 minutos.

Al Pacino - Sonny Wortzik
Penelope Allen - Sylvia
John Cazale - Sal
Carol Kane - Jenny
Marcia Jean Kurtz - Miriam
John Marriott - Howard
Gary Springer - Stevie
Charles Durning - Moretti
Lance Henriksen - Murphy
Sully Boyar - Mulvaney
Beulah Garrick - Margaret
Sandra Kazan - Deborah
Amy Levitt - Maria
Estelle Omens - Edna
James Broderick - Sheldon
Carmine Foresta - Carmine
Chris Sarandon - Leon Shermer

Direção: Sidney Lumet
Roteiro: Frank Pierson, baseado em artigo de P.F. Kluge e Thomas Moore
Produção: Martin Bregman e Martin Elfand
Fotografia: Victor J. Kemper
Edição:Dede Allen e Angelo Corrao
Direção de Arte: Douglas Higgins
Figurino: Anna Hill Johnstone
Estúdios: Artists Entertainment Complex
Distribuidora no Brasil: Warner Bros

Genêro: Policial

Foi produzido em 1975 e dirigido com maestria por Sidney Lumet, que soube conduzir bem todas as tomadas e as situações de cada personagem envolvido no acontecimento, fora a atuação memorável de Al Pacino, vivida com garra e total entrega. Um clássico dos anos 70, vale à pena ver e rever quantas vezes for necessário.

Obrigatório na coleção de filmes policiais, chegou a ganhar o Oscar de melhor roteiro.

Curiosidades:

- Sabe aquela conversa que Sonny e Leon têm ao telefone? Os dois atores, Al Pacino e Chris Sarandon a improvisaram na hora das filmagens.

- Em uma cena, uma refén oferece a Sal um cigarro, mas este o recusa alegando que não quer morrer de Câncer. Tragicamente, o mesmo ator que interpretou Sal, John Cazale faleceu 3 anos depois devido a um Câncer nos ossos.

- No mesmo ano do lançamento do filme, o assaltante original da história, John Wojtowicz, apontou fatos falsos e verdadeiros do filme.



Até a próxima

 

Marco Paulo Vieira