filmes
Mulher Nota 1000

Gary e Wyatt são dois típicos nerds. E querem o que todo menino de 16 anos quer: amigos, popularidade, ir bem na escola. Ahn... nada disso. Eles querem mesmo é conhecer garotas. Mas, como bons nerds, não são muito bons nisso (afinal, não é desses sujeitos tímidos e desajeitados que todas as comédias românticas de adolescentes são feitas? O que seria da gente sem eles?).

Um dia, vendo um filme de “Frankestein”, eles têm a mirabolante idéia: já que não conseguimos sozinhos, porque não criar uma personal-mulher-perfeita?! Para isso, eles usam vários recortes de revista de mulher pelada e fotos que encontram em sites na internet pré-histórica que já existia na época. Eles colocam os dados no computador de Wyatt (um Memotech MTX512), e... a geringonça (hoje seria peça de museu!) começa a fazer uns barulhos estranhos, parece que sofre um curto-circuito. De repente, a porta do banheiro começa a tremer e explode. Através de uma fumaça iluminada de rosa, eles vêem... Kelly LeBrock (Lisa, no filme). Eles conseguiram!

E a mulher nota 1000 é muito mais do que o que eles esperavam: além de lindona (bocão, pernão, peitos e... ahn, um cabelo gigantesco devia ser bonito na época), ela é esperta e muito bacana. Logo consegue transformar os garotos em super-populares e os ajuda a conquistar as garotas de seus sonhos.

Lisa consegue até dar um jeito no irmão mala de Wyatt, Chet. Como os irmãos mais velhos de filme, ele é fortão e adora deixar a vida dos outros um inferno. Mas nada em que Lisa não possa dar um jeito, é claro. Depois de resolver os problemas dos garotos e depois de metê-los em um monte de confusões, Lisa vai embora, em seu carro vermelho.

E... Kelly vai embora, mesmo. Depois de deixar jovens e marmanjos babando em Mulher Nota 1000 e A Dama de Vermelho, a atriz virou um símbolo sexual dos anos 80, e sumiu das telonas. Deve ter voltado para o seu planeta.

O filme é mais um da produção de John Hughes, o mestre dos filmes para adolescente dos anos 80 (onde você já viu esse nome? Em Curtindo a Vida Adoidado, Garota de Rosa Choque, Clube dos Cinco...). Os filmes de Hughes costumam ter vários elementos em comum: a cidade de Shermer, Illinois é palco para grande parte das histórias. A escola secundária “Shermer High School”, em que estudam Gary e Wyatt, é a mesma de “Clube dos Cinco”.

 

Aliás, falando em nomes, o nome da personagem de Kelly, Lisa, foi inspirado no primeiro computador pessoal com interface gráfica da Apple, o Apple Lisa.

O filme mais tarde viraria série de TV, de 1994 a 1997. Mas não com o mesmo sucesso. O filme ainda não saiu em DVD por aqui, mas você pode encontrá-lo em VHS – nas versões mais antigas da fita, a sinopse do lado de trás conta até o final do filme, pode? Coisas da CIC Video...

Trechos:

Lisa (saindo do banheiro): O que os safadinhos gostariam de fazer primeiro?

Wyatt: Sabe, Gary... Pela primeira em minha vida eu não me sinto como um idiota.

Wyatt: Gary, a propósito, por que estamos usando um sutiã na cabeça?
Gary: Faz parte da cerimônia.

Gary: Talvez seja um sonho, sabe. Um sonho estranho, bizarro, erótico, molhado e cheio de detalhes. Talvez a gente esteja com Malária.

Chet: Você está ferrado, babaca!

Lisa: Porque vocês estão tão nervosos? Está tudo bem.
Gary: ESTÁ TUDO BEM! Sim, sim. Meu pai vai me castrar. E minha mãe quase teve um ataque cardíaco. Meu pais não vão me deixar entrar em casa de novo e, se deixarem, vou ficar de castigo até os 45 anos. Tirando isso, está tudo ótimo. Tudo ok. As coisas não poderiam ficar melhores.

--
Elisa Volpato

 
FICHA

"Mulher Nota 1000"
Título original:
"Weird Science"
Estados Unidos, 1985, 94 minutos.

"Eles conseguiram criar a mulher perfeita e ela fará tudo que eles pedirem. Tudo em nome da ciência."
"É altamente sexual"

 

Anthony Michael Hall - Gary Wallace
Kelly LeBrock - Lisa
Ilan Mitchell-Smith - Wyatt Donnelly
Bill Paxton - Chet Donnelly
Suzanne Snyder - Deb
Judie Haronson - Hilly
Robert Downey Jr. - Ian
Robert Rusler - Max

John Hughes - Direção e roteiro

Outra versão:
Série: "Weird Science" exibida nos EUA entre 1994 e 1997.

 

Trilha Sonora:

Weird Science (Oingo Boingo)

Turn it on (Kim Wilde)
Tubular Bells (Mike Oldfield)
Tesla Girls (OMD)
Wanted Man (Ratt)
Don´t Worry Baby (Los Lobos)
Method to My Madness (Lords of the New Church)
Eighties (Killing Joke)
Why Don´t Pretty Girls Look at Me (Wild man form Wonga)
Tenderness (General Public)


Link (em inglês):

Weird Science Movie Website
kutha.com/www/weirdscience


Edições Anteriores


voltar